Exposição de Registos – Arte Sacra de Francisco José Neto

Cartaz_Registos-Arte Sacra

Sinopse

Na época natalícia, tempo de visita de familiares e amigos, a proposta da Exposição “Registos – Arte Sacra” de Francisco José Neto, na Galeria Municipal do Entroncamento, apresenta-nos um conjunto de peças senão de visitação, pelo menos a recordação do que foi visitado. Eis-nos perante esta arte de pormenor que prima pelo brio do detalhe, do brilho e da devoção.

“Os “REGISTOS” de Santos, tiveram uma forte expressão a partir de meados do Século XVIII, assumindo uma função testemunhal do cumprimento de um voto, ou tão somente uma manifestação de fé.

Os ”REGISTOS” também serviam de protecção a um doente ou para decorar piedosamente os oratórios ou espaços privados, num sentir religioso profundamente intimista e personalizado.

Os ”REGISTOS”, mantêm nos nossos dias a mesma força espiritual que continua a cimentado a Fé, no mais profundo enraizamento humano.”

Confecção e Restauro de Registos e Arte Sacra – Artesanais

Francisco Jose Neto diz de si:

Há Quanto tempo…………………… Os “REGISTOS” de Santos, tiveram uma forte expressão a partir de meados do Século XVIII, assumindo uma função testemunhal do cumprimento de um voto, ou tão-somente uma manifestação de fé.

Minha mãe, que tinha um registo de “NªSª Aires” {Viana do Alentejo} a necessitar de restauro urgente. Eu me propus à sua recuperação, sabia que por tentativas iria conseguir. E consegui!

Com quem aprendeu……. …………Nos últimos anos tenho visitado alguns antiquários, desde Valença do Minho à Zona da Sé e S. Bento em Lisboa, à procura de registos, na tentativa de descobrir novos manuseais de ensinamento desta peças de Arte Sacra.

Onde Aprendeu……………………… Os ”REGISTOS” também serviam de proteção a um doente ou para decorar piedosamente os oratórios ou espaços privados, num sentir religioso profundamente intimista e personalizado. Foram estas características que me moveram a aprender e a conseguir descobrir as técnicas artesanais feitas nos conventos espanhóis e italianos, usadas na confeção destes tesouros artesanais.

Como Evoluiu …………………….….Descobri a técnica da filigrana de papel acidentalmente através de um site alemão, que com a venda de alguns materiais, disponibilizavam bibliografia elucidativa. Com alguma imaginação e sucesso eu consegui transpor para peças criadas por mim. Nos últimos tempos tenho aperfeiçoado o “Pergamano”, trabalho também ele em papel

Processos técnicos de evolução…..Os Registos são peças de devoção com inspiração para imagem de Arte-Sacra. Estas imagens em estamparia acentam em tecidos de fundo rico e decorativos envoltas em trabalho profuso de materiais dourados em tecidos ou papel. Este tipo de decoração é fechado em caixas de vidro de diversa forma {retang; oval; hexago.; etc} ou molduras em cartão. O trabalho de decoração pode ser em filigrana de papel; missangas; pergamano ou o uso de pedras cristalinas coloridas.

Anúncios